Atenção: este site/dominio não será mais atualizado, para acessar o conteúdo do site da Unespar - Campus Campo Mourão, acesse: campomourao.unespar.edu.br

Skip to content
Você está aqui: Início
  • Bom_negoio
  • Matematica_2017
  • especializoca
  • pic_2017
Cerca de 4500 bolsas de pesquisa e extensão estão em oferta Imprimir
03/07/2015
O governador, Beto Richa, assinou, nesta quarta-feira (1º) no Palácio Iguaçu, os contratos para o lançamento de 4452 bolsas de incentivo à pesquisa e à extensão da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e da Fundação Araucária. Serão investidos R$ 32.740.039,00 nos programas que beneficiam professores, técnicos, alunos da graduação e recém-formados.

Ao reafirmar seu compromisso com a educação e com um ensino público e de qualidade nas universidades, o governador Beto Richa disse ser contra a federalização das universidades estaduais. Lembrou ainda que o orçamento para a Ciência, Tecnologia e Ensino Superior no Paraná praticamente dobrou de 2010 quando foi de R$ 1,3 bilhão para 2,4 bilhões em 2014 e a previsão para 2015 é que chegue a R$ 2,7 bilhões. “Quero reafirmar o compromisso desta gestão com a inovação e com o desenvolvimento científico e tecnológico. Vamos fazer mais ainda para garantir um ensino de qualidade essencial para o desenvolvimento do Estado”, enfatizou.

As chamadas públicas da Fundação Araucária englobam 3648 bolsas de iniciação científica, tecnológica, inclusão social, projetos de extensão, sênior e técnico, resultando em um recurso de mais de R$ 23 milhões. As bolsas de iniciação científica têm como principal objetivo fazer com que os estudantes da graduação já conheçam, desde cedo, a importância que a pesquisa, a ciência e a tecnologia possuem em suas vidas, não sendo apenas aplicados em laboratórios.

O secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, destacou que os investimentos reafirmam a política do Estado de valorização do pesquisador e de incentivo à inovação. "Investindo nos nossos pesquisadores estamos investindo em inovação, na busca constante pela excelência no ensino superior e, consequentemente, em avanços para o nosso estado já que todo o trabalho retorna em benefícios diretos à população paranaense, inclusive por meio dos nossos projetos de extensão que também estão recebendo mais recursos.”

Outros R$ 9.712.039,00 serão investidos pela Seti, nos 81 projetos de extensão e programas vinculados ao Universidade Sem Fronteiras e no Programa Paranaense de Certificação de Produtos Orgânicos, que beneficiarão mais de 800 bolsistas e toda a população atendida nas atividades de extensão desenvolvidas nas áreas de saúde, agricultura familiar e agroecologia, direitos sociais e cultura, pelas universidades.

O presidente da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp), Aldo Bona, falou da importância dos recursos para o conjunto de atividades desenvolvidas pelas universidades e que a decisão do Governo de continuar investindo em Ciência e Tecnologia reforçam a visão de que o Paraná vai continuar avançando. “Países que priorizaram os investimentos Ciência e Tecnologia, em momentos de crise, e que tinham uma situação inferior ao Brasil, estão hoje em uma condição muito melhor como é o caso da Coreia do Sul”, disse.

Algo também lembrado pelo reitor da PUCPR, Waldemiro Grenski, que elogiou a postura do governador Beto Richa em continuar investindo na área e acreditando no potencial do pesquisador e da inovação.

 
< Anterior   Próximo >

Links

Online

Nós temos 2 visitantes online