Atenção: este site/dominio não será mais atualizado, para acessar o conteúdo do site da Unespar - Campus Campo Mourão, acesse: campomourao.unespar.edu.br

Skip to content
Você está aqui: Início
Professores e alunos da Fecilcam auxiliam lacticínio Imprimir
13/06/2008
    A Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (FECILCAM), atua no município de Altamira do Paraná, onde auxilia o Lacticínio Miralat, que integra o projeto Implementação de Melhorias na Cadeia Produtiva do Leite, nas etapas de Beneficiamento, Industrialização, Comercialização e Marketing do Leite no Município de Altamira do Paraná/PR, do sub-programa ‘Apoio à Pecuária Leiteira’ (Universidade Sem Fronteiras/SETI-PR).
    No lacticínio, professores, alunos, egressos e voluntários realizam atividades referentes à industrialização, beneficiamento, comercialização e marketing. Atualmente, a equipe está implantando o programa de qualidade BPF (Boas Práticas de Fabricação) e 5S (Senso de separação; Senso de organização; Senso de limpeza; Senso de respeito, saúde, integridade; Senso de auto-estima, autodisciplina, compromisso).
Um dos objetivos do projeto é o melhoramento do produto do lacticínio, a mussarela, e a produção de mais tipos de queijos. De acordo com uma das coordenadoras, a professora Thays J. Perassoli Boiko, para obter um produto de maior qualidade, a empresa sofreu algumas alterações. “Primeiramente identificamos os problemas e as inadequações do lacticínio. Agora, estamos trabalhando com a conscientização no processo de higienização, um dos fatores determinantes para a produção de uma mussarela de melhor qualidade”, garante.
    Segundo o funcionário do Miralat, Marcelo Adriano Soares, a presença da FECILCAM no lacticínio tem sido essencial. Ele afirma que o grupo aperfeiçoou o controle interno da empresa (que antes não era eficiente) e tem conscientizado os funcionários sobre as questões de saúde e limpeza, que não eram colocadas em prática. Também, o programa viabilizou/gerou a contratação de mais dois funcionários na propriedade.
    O projeto é coordenado pelos professores do Departamento de Engenharia de Produção: Claudilaine C. Oliveira, Rony Peterson da Rocha e Thays J. Perassoli Boiko. E, desenvolvido por estudantes, profissionais e voluntários das áreas de Biologia, Ciências Econômicas, Engenharia de Produção Agroindustrial, Pedagogia e Tecnologia em Alimentos.
 
< Anterior   Próximo >

Links

Online

Nós temos 3 visitantes online