Revista Educação e Linguagens, Vol. 1, No 1 (2012)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

ENTRE O SAGRADO E O PROFANO: O EROTISMO RELIGIOSO E A EMANCIPAÇÃO FEMININA NA POESIA DE HILDA HILST

Maliza Rodrigues Toledo Souza

Resumo


Balizado nos pressupostos batailleanos sobre o erotismo, este trabalho visa a refletir sobre as relações entre o sagrado e o erótico configuradas nos textos da poeta Hilda Hilst, mais precisamente em seis poemas do volume Poemas malditos, gozosos e devotos (1985), nos quais a autora explora o elemento erótico como motivo poético que induz a desopressão do ser feminino, não só pela liberação do desejo, mas também por desestabilizar a Imago Dei masculina que milenarmente legitima o patriarcalismo e a opressão da mulher. Assim, a poesia hilstiana faz‐se revolucionária e atuante nas esferas da sensibilidade, da inteligência e do desejo humanos, inserindo‐se como uma proposta de conscientização da urgência de se romper com os paradigmas repressores masculinos.


Texto Completo: PDF