Revista NUPEM, Vol. 5, No 8 (2013)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

História oral: metodologia constitutiva de narrativas históricas

Raylane Andreza Dias Navarro Barreto, Ilka Miglio de Mesquita, Laisa Dias Santos

Resumo


O que objetivamos com esse texto foi fazer uma reflexão acerca da memória e da metodologia da história oral no campo da história. O referencial teórico e metodológico que nos alicerça está ancorado na história cultural e social que dentre outros aspectos tem legitimado a memória enquanto objeto de análise, método e fonte e a metodologia da história oral como possibilitadora de construção de novas narrativas históricas e de ferramentas teórico-metodológicas necessárias à construção de objetos de estudo, sobretudo, os que compõem a história do tempo presente. Eximir-se de pré-conceitos, pré-valores e pré-noções teórico-metodológicas foi à conclusão que chegamos, dado que tanto a memória quanto a história oral nos conduz a caminhos que por outro modus não seria possível chegar, ficando determinados fatos relegados ao olvido.

Texto Completo: PDF


ISSN 2175-7429 Print
ISSN 2176-7912 Online

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.